#AdneTRIP7Anos

Hoje tem blog fazendo aniversário ♥♥♥♥♥♥

#AdneTRIP7Anos   equipe

São sete anos de muitas alegrias junto ao nosso ídolo e a sua imensa legião de fãs por todo Brasil.

Todos nós, adnetripianos, somos muito gratos por fazermos parte do AdneTRIP! e só desejamos vida longa ao blog.

 Ps: Obrigada Regina Cocchialare pela confiança e ajuda de sempre, realmente você é uma anjinha 
Viva o AdneTRIP!!! 
#AdneTRIP7Anos

Globo e Record definem estreias de Marcelo Adnet e Porchat

Globo e Record definem estreias de Marcelo Adnet e Porchat   2016

Uma reunião na Globo, semana passada, definiu que a estreia do novo programa de Marcelo Adnet acontecerá imediatamente após a Olimpíada. Fim de agosto.

A sua exibição será às quintas-feiras, depois do “Programa do Jô”, usando – quase certeza – o título “Adnight”.

Portanto, se tudo se confirmar, dois talk shows irão estrear na televisão aberta, também entre os dias 22 e 25 de agosto.

Fonte: Uol

Tá no Ar já está renovada para a quarta temporada devido a alta audiência

Marcius Melhem confirma que novos episódios começam a ser gravados em outubro e têm estreia prevista para janeiro

Tá no Ar já está renovada para a quarta temporada devido a alta audiência   ta no ar tv

Foi ao ar ontem, 5 de abril, o episódio final da terceira temporada de Tá no Ar, que causou furor na internet devido à participação de Carlos Alberto de Nóbrega em um quadro paródia daPraça é Nossa. A série, no entanto, já foi renovada para a quarta temporada, que começa a ser gravada em outubro.

Em entrevista ao UolMarcius Melhem conta que a terceira temporada os deixou muito felizes. “O programa ganhou mais repercussão, mais alcance, números maiores, o que mostra que ele está comunicando de maneira forte“, explicou o ator e roteirista.

O colunista Mauricio Stycer comenta que a média da temporada de 2016 foi a melhor dos três anos do programa: enquanto São Paulo teve 15 pontos, o Rio de Janeiro registrou três a mais; em 2014, quando foi exibido mais tarde na programação, Tá no Ar registrou 9 pontos em São Paulo e 12 no Rio.

Independente dos números, nós conseguimos provocar o debate sobre questões importantes, sobretudo a intolerância. E por fim, fechamos com um programa sobre a importância da convivência de diferentes. Um programa de amor e respeito pelo outro“, explicou Melhem, referindo-se à homenagem ao humorista do SBT.

O comediante revelou que o quarto ano de Tá no Ar começa a ser gravado em outubro e tem previsão de estreia para janeiro, mas ainda sem data ou número de episódios definidos.

Fonte: Omelete

‘Fiquei emocionado’, diz Carlos Alberto de Nóbrega

‘Fiquei emocionado’, diz Carlos Alberto de Nóbrega   ta no ar tv

Carlos Alberto de Nóbrega ainda curte os efeitos da última edição da 3ª temporada do ‘Tá no Ar’, exibida nesta terça, na Globo, com sua participação(http://globoplay.globo.com/v/4936742/). Vestido como a Velha Surda, personagem que foi de Roni Rios por décadas, Marcius Melhem o encontra num banco de praça como o da clássica ‘A Praça É Nossa’. Da caracterização de Melhem ao texto e desempenho de ambos, o esquete ficou muito bom e vale a pena ser visto. Não por acaso, é o víd

eo mais assistido na Globo Play do programa desta terça, que foi também o episódio de maior audiência (17 pontos na Grande São Paulo) das três temporadas do ‘Tá No Ar: A TV na TV’.

“Hoje eu cheguei lá no SBT, que eu fui editar o programa, e me senti nos meus 5 minutos de fama”, disse-me o Carlos Alberto, com a modéstia de um estreante. “Isso mostra o carinho que eles têm comigo, vieram todos falar comigo”, celebra.

“E uma coisa legal é que eu e o Marcius não somos amigos, conhecidos de longa data, nada disso. Nós nos conhecemos no dia da gravação, não foi uma coisa de um amigo que vai lá dar uma colher de chá para o outro”.

Antes do dia da gravação, os dois só se conheciam por conversas telefônicas.

“Uns dois anos atrás, meu filho mais velho, o Beto, que tem uma produtora e fazia comerciais para a TeleSena, gravou um filme com o Marcius e contou a ele que era meu filho. O Marcius então disse a ele que o (Ronald) Golias era o grande ídolo dele, e meu filho veio me falar. Então, montei um DVD, com várias cenas do Golias, e mandei pra ele, ele adorou. E começamos a falar por telefone. Quando foi em dezembro, ele me ligou pra ver se o SBT deixaria eu participar do programa na Globo. ‘Desde já eu digo que sim, eles nunca me negam nada, mas, em todo caso, vou ver’, disse a ele. Falei com o Leon (Abravanel) e tudo bem. No final de janeiro, ele me ligou, perguntou se estava tudo certo e gravamos no início de fevereiro.”

Melhem pediu a Carlos Alberto que não contasse a ninguém que sua participação seria em esquete para contracenar com a Velha Surda. De fato, essa foi a grande surpresa do encontro (a participação de Carlos Alberto no programa já havia sido noticiada, sem que se conhecesse o script). A pobre anciã entende que ele está indo pra Globo, que brigou com o Silvio, que prefere os Marinhos, e quanto mais Carlos Alberto tenta desfazer o equívoco, pior fica, como mandava o formato original.

Durante nossa conversa, Carlos Alberto contou que a Velha Surda foi uma criação de seu pai, Manoel da Nóbrega, e que ainda hoje, é a personagem de quem o público mais se lembra quando se fala em ‘A Praça é Nossa’. Apenas Roni Rios viveu a Velha Surda, que também saiu de cena quando ele morreu, em 2001, aos 64 anos, em decorrência de um câncer linfático. “Meu filho, o Marcelo, imita muito bem a Velha Surda, mas nunca mais permiti que ninguém fizesse o personagem. Fizemos agora porque era algo especial. É uma homenagem pra mim, para o Roni e para o meu pai, que teve a ideia de fazer o quadro.”

“Fiquei muito feliz, também não conhecia o (Marcelo) Adnet, e quando ele soube que eu estava quase de saída, ligou e perguntou se podia esperar um pouco porque ele queria me conhecer. O Adnet me abraçou com um carinho enorme. Eu disse a eles: ‘engraçado, vocês dizem que quando eram crianças eram meus fãs, e hoje, velho, eu é que sou fã de vocês’.”

Fonte: Estadão