Clarice Falcão, Dani Calabresa e Gregorio Duvivier na pré-estreia de “Desculpe o Transtorno”

Dani Calabresa vive noiva paulistana de Eduardo, interpretado por Duvivier. Comédia estreia nesta quinta-feira (15) e mostra um triângulo amoroso.

A comédia “Desculpe o Transtorno” estreia nesta quinta-feira (15) e mostra um triângulo amoroso. Trecho do filme divulgado pela produção do longa mostra um pouco dessa relação. No vídeo, Viviane (Dani Calabresa), noiva paulistana de Eduardo (Gregório Duvivier), chega de surpresa na casa de Duca, a outra personalidade dele no filme, no Rio. No final, também aparece Bárbara (Clarice Falcão), a namorada de Duca.

O personagem de Duvivier é um cara certinho que mora em São Paulo, trabalha em uma empresa de patentes e tem uma noiva controladora. Ele descobre que tem dupla personalidade e terá que sair das confusões causadas por seu outro “eu”.

Clarice Falcão, Dani Calabresa e Gregorio Duvivier estiveram juntos, nesta terça-feira (06.09), na pré-estreia de “Desculpe o Transtorno”, que acontece no shopping JK Iguatemi, em SP.
No filme, Duvivier vive um personagem que sofre de dupla personalidade e incorpora as diferenças entre Rio de Janeiro e São Paulo. Um deles é o certinho paulistano e o outro é o bom.

O FILME ESTREIA DIA 15 DE SETEMBRO NOS CINEMAS

Fonte: Uol, Ego, Globo e Clube do Pop

Veja o trailer de ‘Tô ryca’ com a participação de Marcelo Adnet

Com previsão de estreia para 18 de agosto, “Tô ryca” tem Samantha, como a Selminha, uma frentista que tem a chance de deixar para trás seus dias na pobreza. Para isso, precisa cumprir o desafio lançado por seu tio: gastar R$ 30 milhões em 30 dias, sem acumular nada. Se conseguir, fica com a herança de R$ 300 milhões.

Fonte: O Globo

Crítica | Angry Birds – O Filme

Crítica | Angry Birds – O Filme   cinema  Por trás de um grande sucesso existe sempre uma grande equipe. Com a difícil missão de transformar um famoso jogo em um longa-metragem, os cineastas Clay Kaytis e Fergal Reillyoptaram pela criatividade em forma de simplicidade e acertam em cheio no alvo. Angry Birds – O Filme tem um roteiro bem trivial mas bem eficaz que navega explorando as personalidades e gigantes empatias que saem dos diálogos dos amáveis pássaros. Outro fator interessante é que o filme nos ajuda a entender um pouco melhor a história dos ilustres passarinhos do jogo que virou mania nos aparelhos digitais e que com certeza vão conquistar, agora no cinema, de vez o coração de todos.

Na trama, conhecemos uma população de pássaros, com diversas personalidades distintas, que vivem alegremente em uma ilha paradisíaca longe do continente. Nesse lugar, vive o emburrado Red (no original Jason Sudeikis, no Brasil Marcelo Adnet), um pássaro vermelho de sobrancelhas chamativas que vive praticamente isolado do resto dos amigos em uma casinha perto do mar. Durante uma punição, Red conhece o tagarela Chuck (Josh God no original e Fabio Porchat no Brasil), um pássaro amarelo hiperativo que tem o dom do rapidez, e também conhece Bomba (Danny McBride no original), um tímido mas grande pássaro que explode (literalmente) sempre que fica com raiva. Os três amigos praticamente são desconhecidos na ilha, porém, quando um bando de porquinhos verdes invadem a ilha à procura de ovos, o trio irá fazer de tudo para defender o interesse de toda a população de onde moram.

O longa-metragem, que utiliza técnicas de animação, com estreia confirmada para o dia 12 de maioaqui no Brasil, é um filme feito para a criançada. Até há a tentativa de alguns diálogos mais profundos que serviriam para divertir os adultos também mas nessas partes as linhas do roteiro optam pela simplicidade. A aventura tem grandes méritos, valoriza o poder da amizade, explora o complicado caminho das personalidades tentando mostrar os porquês da raiva e outros sentimentos complicados de explicar. Nesse aspecto, é quase tão profundo quanto o espetacularDivertida Mente.

Falando sobre a dublagem do filme aqui para o Brasil, vale o grande elogio para toda a equipe, que foi considerada pela produtora do filme como a melhor entre todos os países. Fabio Porchat e Marcelo Adnet, os grandes destaques, dão um show dublando as vozes de dois dos protagonistas. O público interage com as cenas a todo instante, ri praticamente o tempo todo de todas as trapalhadas que a turminha de pássaros apronta durante toda a projeção. Angry Birds – O Filme é uma fita que deverá ter um grande sucesso nos cinemas brasileiros não só porque são personagens fascinantes e já conhecidos, mas, porque a história criada ficou uma delícia de divertida. Não percam!

Fonte: Cine Pop

#AngryBirds Jogo do “O que mais te irrita?” com Porchat, Marcelo Adnet e Dani Calabresa

Dani Calabresa, Marcelo Adnet e Fábio Porchat dublam os protagonistas do filme “Angry Birds”. Em conversa com o Papelpop eles comentam o desafio de dublar e ainda dizem quais situações fazem eles perderem a cabeça ou ficarem “de boas”

O humor sobrevive em tempos de crise política e luta contra a intolerância? Sim! E Fábio Porchat, Dani Calabresa e Marcelo Adnet dizem o porquê! O assunto rolou enquanto o Papelpop conversava sobre Angry Birds, filme no qual os três dão a voz aos personagens.